fbpx
Mato Grosso
ALMT cancela contratos de comida gourmet

Contrato previa até 5.500 refeições sob demanda e foi criticado pelo deputado Ulysses Moraes

27/02/2019 13h01

Após requerimento apresentado pelo deputado estadual Ulysses Moraes (DC) na sessão legislativa da última terça-feira (26),  o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (DEM), informou o cancelamento de dois contratos com valor somado de R$ 1,58 milhão que previa a compra de até 5500 refeições com cardápio gourmet.

Os contratos, assinados dias antes da posse dos novos deputados, forneceriam alimentos como filé mignon ao funghi, porcini acompanhado de risoto de damasco e castanha, pirarucu defumado ao leite de castanha e filé de filhote grelhado com manteiga clarificada e camarão, além de serviços para coffee break, brunch, almoço e jantar em eventos internos da Assembleia.

O conteúdo e os valores foram divulgados pelo jornal A Gazeta na edição de terça-feira (26) e o tema ganhou repercussão em um vídeo do deputado Ulysses publicado nas redes sociais.

O presidente da ALMT justificou que a casa nunca forneceu almoço em seus eventos e que não sabe quem teve a ideia de realizar esse contrato.

Veja o vídeo: