fbpx
Sem categoria
Primeiro investimento, depois incentivos fiscais diz Meirelles à GM

Braço direito de Dória na economia, exige que investimentos da montadora venham antes dos incentivos fiscais pleiteados.

02/02/2019 07h56

Braço direito de Dória na economia, exige que investimentos da montadora venham antes dos incentivos fiscais pleiteados.

Ainda como consequência da ameaça da General Motors em deixar suas atividades no país, que foi amenizada pela própria empresa dias depois, quando condicionou a sua permanência no Brasil à incentivos fiscais e flexibilização trabalhista, o Secretário da Fazenda do Estado de São Paulo, ex-candidato a presidente da república Henrique Meirelles, afirmou que a empresa só terá os créditos do ICMS após consolidar investimentos no país.

Conforme veiculado ontem pelo MBL News, os trabalhadores através de assembleia negaram os pedidos de afrouxamento da relação trabalhista, votando pela manutenção do acordo coletivo negociado em 2017.

A GM não se manifestou sobre os assuntos até o momento.

 

Coordenador MBL Santo André / MBL Grande ABC / MBL Nacional, Defensor da liberdade econômica, ativista politico e Blogueiro.