fbpx
Politica Regional
Elian Santana: Comissão de ética para analisar cassação da vereadora ainda não foi criada

Legislativo justifica falta de acesso ao processo que recorre sobre Elian que esta em segredo de justiça.

08/03/2019 13h26

Legislativo justifica falta de acesso ao processo que recorre sobre Elian que esta em segredo de justiça.

A justificativa causa estranheza uma vez que mesmo sem acesso ao conteúdo do processo que esta em segredo de justiça, a vereadora chegou a ser presa em novembro de 2018, em desdobramento da Operação Barbour da Policia Federal e Ministério Público, quando ficou detida por 18 dias. Porém mesmo após deferimento de Habeas Corpus, a justiça determinou que a vereadora permanecesse afastada, recentemente através de uma decisão judicial o pagamento do salário de Elian foi interrompido.

A Acusação se baseia em fortes evidências de envolvimento em um esquema de corrupção que concedia aposentadorias do INSS a pessoas que ainda não tinham alcançado tal direito, as tratativas segundo informações da Policia Federal se dava dentro do gabinete da Vereadora.

A Coordenação do MBL de Santo André foi questionada sobre o assunto, uma vez que o grupo foi autor de dois pedidos de abertura de inquérito de cassação junto ao Pedro Botaro, presidente da Câmara, e Fábio Lopes, vereador presidente da Comissão de Ética e Justiça, o movimento diz que mesmo com o conteúdo do processo ainda sob sigilo, os elementos que já ocorreram por si só ja justificam a abertura da Comissão que analisará a situação da vereadora.

O MBL promete continuar acompanhando o caso e cobrando a presidência da casa e a Comissão de Ética e Justiça para que o caso seja tratado com celeridade em respeito aos cidadãos de Santo Andre, que desejam uma cidade limpa e sem corrupção.