Política Local
MBL – GO Lança campanha contra o Fundão Eleitoral

Aumento proposto pelo relator da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentaria) do Governo Federal foi de R$ 2 bilhões para financiar com dininheiro público campanhas eleitorais

01/08/2019 08h12 - Por @pablinecorreia

Hoje o financiamento de campanhas politicas não pode ser custeado por empresas, também há uma grande restrição nas doações de pessoas físicas, que tem limite de 10% da renda auferida na declaração anual de imposto de renda do período anterior.

A solução que foi apresentada foi assaltar os pagadores de impostos que mesmo não tendo interesse que o dinheiro tomado pelos tributos sejam desviados das areas essências, se vê obrigado a pagar santinhos, estrutura de campanha, sabe-se lá de quem.

Está sendo proposto pelo relator da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentaria) do Governo Federal um aumento, um salto de R$ 1.7 bi para R$ 3.7 bi para o financiamento público de campanhas para 2020.

É um absurdo que essa conta recaia sobre os pagadores de impostos, enquanto temos no Brasil serviços essenciais públicos precários em todos os setores.

Durante a campanha, as autoridades municipais (Prefeito, Vereadores, Pré Candidatos), serão questionados se eles são a favor ou contra ao aumento do fundão. Também haverá ativismo direto em Brasilia, deputado por deputado.

A meta é convencer os deputados que este dinheiro seria muito melhor investido em saúde, segurança, educação, infraestrutura… etc, para isso pedir apoio à Emenda do Deputado Federal Kim Kataguiri, líder do MBL, que impede que o aumento desta verba ocorra.

Qual sua opinião? acesse as redes sociais do MBL – GO e deixe registrado lá!

Você pode ajudar a campanha através da plataforma de contribuição http://mbl.org.br/fundao

Ajude o MBL-GO a continuar o seu trabalho, doe em http://mbl.org.br/ajudeseunucleo