fbpx
Paraná
Programa Voe Paraná começa a funcionar

Começou a funcionar na última terça-feira o Programa Voe Paraná. Entenda esse importante incentivo para a aviação paranaense.

23/10/2019 12h23

Para incentivar a aviação regional do estado do Paraná, o governador Ratinho Junior, em parceria com a companhia aérea Gol, anunciou no último mês de agosto o Programa Voe Paraná.

Ontem (22) o voo inaugural saiu de Campo Mourão às 8h50 e chegou a Curitiba às 9h30. Além de Campo Mourão, voos inaugurais foram realizados nas cidades de Francisco Beltrão, Paranaguá, União da Vitória e Guaíra – nos quais os passageiros foram recepcionados pelo Governador no Aeroporto Internacional Afonso Pena.

O gabinete do deputado estadual Homero Marchese (PROS) fez um importante estudo que auxiliou na implantação do Programa. A análise consistiu em mostrar os impactos do ICMS sobre o querosene na aviação comercial. O querosene corresponde cerca de 30% do valor dos custos de operação, ou seja, diminuir o imposto sobre o combustível, gera diminuição nos valores de operação. Durante o governo de Beto Richa, o ICMS subiu para 18%, a proposta do governo estadual foi de reduzir essa alta alíquota para até 7%, incentivando as empresas a operarem no Paraná.

Em contrapartida, as empresas teriam que aceitar uma condição do governo. Para obter essa significativa diminuição no ICMS, teriam que aumentar o número de linhas aéreas no estado. Essa proposta foi aceita pela GOL, que se comprometeu a abrir novas linhas. No total, dez cidades foram contempladas com os novos voos: Apucarana, Arapongas, Campo Mourão, Cianorte, Cornélio Procópio, Francisco Beltrão, Guaíra, Guarapuava, Paranaguá, Paranavaí, Telêmaco Borba e União da Vitória.

Para mais informações sobre o VoeParaná: clique aqui.

Acadêmico de Direito (CESUL), Liberal radical e anti-intervencionista. Me arrisco a escrever para o Jornal de Beltrão, Coordenador do MBL Paraná e o mais importante, gremista e torcedor do Marreco Futsal.