fbpx
Goianésia » Goiás
Vice-prefeito de Goianésia (GO) critica gastos públicos em festival de música no município

Segundo o vice-prefeito será gasto em torno de R$1,5 milhões no Goianésia Mix Festival, e já foram gastos em torno de R$ 3 milhões nos eventos anteriores.

07/10/2019 22h12

O vice-prefeito do município de Goianésia (GO), Carlos Gomes (DEM) utilizou suas redes sociais para tecer críticas à maneira pelo qual esta sendo utilizado o dinheiro público para promover o evento Goianésia Mix Festival que ocorrerá no município os dia 11 e 12 de outubro. De acordo com o prefeito Renato de Castro (MDB), a verba utilizada para a organização do evento é proveniente do ministério do turismo.

Segundo o vice-prefeito, nesse festival será gasto em torno de R$1,5 milhões e nos outros que passaram já foram gastos em torno de R$3 milhões o que daria aproximadamente R$4,5 milhões de dinheiro público.

“Durante um levantamento simples que fiz, esse dinheiro daria para resolver inúmeros problemas que temos no nosso município, te darei alguns exemplos: Daria para contratar 10 médicos por um período de 3 anos para atender na UPA ou no hospital municipal além de remédios básicos e de alto custo para a farmácia pública; Daria para construir 6 leitos de UTI e aquisição de 10 ambulâncias com UTI móvel, o que daria para salvar muitas vidas; Daria para contratar 5 engenheiros de tráfego e aquisição de 100 semáforos, o que com certeza diminuiria o número de acidentes que vem ceifando muitas vidas em nossa cidade; Daria para comprar 3 patrulhas agrícolas com 2 tratores de pneus, implementos, carretas e 2 caminhões basculantes, o que melhoraria e muito a vida de quem vive e depende das estradas rurais para escoar sua produção; Daria para construir 3 creches toda mobiliada, para atender melhor os pais e mães que precisam trabalhar para cuidar de seus filhos; Daria para distribuir 900 cheques moradia para reformas de casas no valor R$ 5.000,00 cada que daria mais dignidade a pessoas que estão morando em condições precárias; Daria para construir 5 praças públicas nos bairros e distritos voltadas a pratica do esporte e lazer e ainda a reforma de todas as outras existentes no município, o que traria mais conforto ao cidadão e tornaria a cidade e os distritos mais agradável; Esse mesmo dinheiro daria para asfaltar o restante das ruas de chão de nossa cidade e dos distritos, só quem mora nessas condições sabe a falta que faz uma rua asfaltada. Não sou contra o turismo de evento, mas a forma como ele tem sido feito em nossa cidade, entendo que temos outras prioridades, eu não irei, como não fui em nenhum outro, pois não concordo que o dinheiro público seja gasto dessa forma, agora você cidadão vá e divirta-se pois é você que está pagando essa conta”, afirmou o vice-prefeito Carlos Gomes.

Química Industrial, Tatuadora, Desenhista, Cristã Reformada e aspirante a Teóloga.