fbpx
Goiás
Unidade Prisional em Anápolis usa mão de obra de detentos para reformar segurança do local

A ação também proporcionará a reabertura de uma indústria no presídio, onde funcionará uma confecção.

04/11/2019 12h38 - Por Pabline Correia

Imagens: Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)

Em Anápolis (GO), o Centro de Inserção Social Monsenhor (CIS) Luiz Ilcª, unidade pertencente à 1ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária, realiza a construção de um muro para reforçar a segurança do local, uma caixa d’água e a reativação da indústria do presídio. 

Segundo Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), a reforma já dura um pouco mais de 40 dias e conta com a mão de obra de 15 detentos que serão beneficiados com remição de pena por tempo de trabalho. 

O diretor da unidade, o Agente de Segurança Prisional Denisard Diniz ressalta que a ação irá proporcionar a reabertura da indústria no local onde será ativada uma confecção. A reativação está prevista para ocorrer nos próximos 15 dias.