Pará
Um projeto ganhou o engajamento da população de Santarém/PA, confira a entrevista concedida pelo seu autor

O projeto é de inciativa do universitário de direito João Batista Rodrigues e reduz exponencialmente os gastos com a Câmara Municipal da cidade

16/01/2020 20h41 - Por Vinícius Vinholte

A iniciativa popular em Santarém-PA ganhou força nesse ano de 2020, após a Câmara Municipal votar um aumento no próprio salário para R$11 mil, a sociedade como um todo ficou revoltada nas redes sociais e passou a constantemente criticar a atitude da câmara. Vendo esse cenário e movido pelo dever cívico, o universitário de direito João Batista Rodrigues de Oliveira iniciou a coleta de assinaturas para reduzir, de forma, exponencial os gastos com o Poder Legislativo, a expectativa é que haja uma diminuição de 50% dos gastos.

Conforme a Constituição Federal de 1988 e a lei orgânica do município em seus Arts. 61 parágrafo 2§ e 32 respectivamente, para apresentar um projeto de iniciativa popular na Câmara Municipal é necessário a assinatura de 5% do eleitorado de Santarém que é de 210 mil, ou seja, 11 mil assinaturas precisam ser coletadas. Para alcançar a meta foram instalados pequenos pontos de recolhimento de assinaturas pela cidade.

João, o autor do projeto, foi entrevistado pelo MBL News e respondeu as seguintes perguntas:

João Batista Rodrigues.

P: “Na sua opinião você acha que vai ter engajamento da população ao ver esse projeto sendo levado a Câmara Municipal?”

R: “Não acho que vai ter engajamento já está tendo! A população santarena abraçou esse projeto, todos os blogs locais estão apoiando, rádios também. Já colhemos em menos de 11 dias 5 mil assinaturas, o povo de fato abraçou e no dia da votação eu acredito que teremos mais de 10 mil pessoas na câmara, pois em diversas cidades ao redor do país isso já aconteceu.”

P: “A câmara municipal emitiu uma nota dizendo que o salário dos vereadores não sofreu reajuste e que estão tentando macular a imagem dos parlamentares por meio de “fake news”. Qual sua resposta a essa nota?”

R: “Essa nota que é uma ‘fake news’! Tá no portal da transparência, o salário dos vereadores atuais é exatamente R$11.578 brutos, com o desconto do imposto de renda, eles recebem líquido R$ 8.886. Essa nota é lamentável, pois tenta ludibriar a população, com essa afirmação de que não houve aumento no subsídio, porém houve sim! E eu vou dizer a data: Em janeiro de 2018 teve um aumento de 9,94% e em dezembro houve outro de cerca de 6%. Essa legislatura entrou em 2017 recebendo bruto R$9.900 e hoje já recebe R$11.578.”

Agradecemos a João Batista por conceder essa pequena entrevista para o MBL News. O MBL Pará, através de seu núcleo Santarém, se compromete a ajudar com militância, no que recolhimento das assinaturas, ou seja, no que for necessário para viabilizar o projeto para a diminuição do salário dos vendedores, pois também é uma pauta que o movimento defende.

Siga as redes sociais do MBL-Santarém – Face: www.facebook.com/mblsantarem Instagram: @mblsantarem