São Paulo
TCE determina o ressarcimento de mais de 40mil aos cofres públicos de Cotia.

O TCE apontou irregularidades nas contas prestadas pela Câmara no ano de 2015.

09/01/2020 14h19 - Por Luís Miranda

(Foto: Corecon)

O tribunal de contas do Estado de São Paulo apontou irregularidades na prestação de contas da câmara municipal de Cotia no ano de 2015, o presidente da casa na época era o atual secretário de habitação Sergio Folha.

Em decisão do TCE, o então presidente da casa Sergio Folha, terá que ressarcir aos cofres públicos um valor superior a 40 mil reais.Na sentença proferida consta o texto “condenando o ordenador de despesas, Senhor Sérgio Henrique Clementino Folha, ao ressarcimento dos valores impugnados relativos aos gastos com combustível durante o recesso parlamentar, totalizando R$ 43.577,39”.

No relatório do tribunal de contas do estado de São Paulo ainda foi destacado, que em muitos casos não se tinha a possibilidade de realizar a fiscalização, também foi exposta a grande quilometragem percorrida pelos veículos no mês de janeiro quando a câmara municipal se encontra em recesso.

Planilha com a kilômetragem dos veículos da Câmara Municipal de Cotia no período questionado pelo TCE.

A defesa de Sergio Folha declarou que os gastos são justificados, pois o que fica suspenso no referido mês são apenas as seções ordinárias da câmara, porém as demais atividades continuam normalmente.