Rio Grande do Sul
Surpresa no pedido de impeachment de Marchezan Jr.

Revelações surpreendentes acerca do pedido de impeachment de Marchezan Jr: o autor do pedido alega ter sido mero laranja.

14/01/2020 16h51 - Por Renan Della Costa

Ontem (13), a jornalista Rosane de Oliveira , do jornal Zero Hora, publicou uma reportagem divulgando uma carta do biólogo Cláudio Mota Souto – autor do quinto pedido de impeachment do prefeito da capital gaúcha, Nelson Marchezan Júnior. Nela, o autor relata ter sido utilizado como laranja de um assessor do vereador Ricardo Gomes (PP), que nega envolvimento de sua equipe.

A carta, endereçada ao presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, não acusa ninguém diretamente pelo ocorrido. Entretanto, informa que o autor do pedido de impeachment nada sabe a respeito, pois alega  ter feito apenas a assinatura de algo que supostamente fora feito por companheiros do Partido Progressista.

O biólogo alegou, ainda, que a ele foi dito que o ambiente político em Porto Alegre seria propício ao impeachment de Marchezan, que teria quórum da Câmara – no entanto o pedido foi rejeitado pelos vereadores. O fato é intrigante e merece ser investigado.