fbpx
Capital » São Paulo
Soninha Francine

Conheça seu Vereador

21/10/2019 14h12 - Por Jair Lorenzetti Filho

Vereadora Soninha Francine (imagem:Veja)

Sonia Francine Gaspar Marmo é uma jornalista, apresentadora de televisão e vereadora de São Paulo. Formou-se em cinema pela ECA-USP e participou de alguns filmes feitos pelos alunos do curso de cinema da ECA, mas foi como VJ da MTV Brasil que se tornou conhecida. Nasceu em 25 de agosto de 1967 no bairro de Santana, São Paulo – SP. Sua biografia no site da Câmara Municipal de São Paulo é todo em primeira pessoa, algo pouco comum no portal.

Depois da MTV, passou pela TV Cultura, America Online, ESPN-Brasil, Folha de São Paulo, sistema Globo/CBN, GNT, assina uma coluna na revista mensal “Vida Simples” e ainda contribuiu com quatro livros – Porque Sou Budista?, Dizendo A Que Veio – Uma Vida Contra O Preconceito (sua autobiografia), Meu Pequeno Palmeirense e Tipo Assim: Adolescente, sendo este último em parceria com Jairo Bouer.

Em 2004 foi eleita vereadora em São Paulo pelo PT, entretanto, em 2007, se desentendeu com a legenda e saiu. Foi candidata à prefeitura pelo PPS em 2008, mas ficou em quinto lugar. Foi subprefeita da Lapa em 2009, superintendente da Sutaco (Superintendência do Trabalho Artesanal nas Comunidades, do governo de São Paulo), de 2011 a 2012, saindo novamente para concorrer (e perder), à prefeitura de São Paulo. Em 2015, foi Coordenadora de Políticas para a Diversidade Sexual do governo do estado de São Paulo. De janeiro a abril de 2017 fez a gestão da Secretaria Municipal de Assistência Social e, em seguida, voltou a ser vereadora.

Na Câmara Municipal de São Paulo, defendeu temas ligados aos direitos dos LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Travestis e Transgêneros), jovens, esporte, cultura, acessibilidade, democracia da tecnologia da informação e conhecimento, moradia e meio ambiente. Foi proponente e relatora da CPI do Trabalho Análogo à Escravidão no município de São Paulo e relatora da Comissão Parlamentar de Estudos sobre as Mudanças Climáticas e seus efeitos no município de São Paulo.

Tendo sido até atriz no começo de sua carreira, a ainda jovem vereadora foi coadjuvante em atuações com o PT, com os Tucanos e até com o polêmico Kassab.
Atualmente está atuando no Cidadania (ex-PPS e ex-PCB). Com base em dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral divulgou um balanço, em 4 de outubro de 2007, os partidos com maior número de parlamentares cassados por corrupção desde o ano 2000. O Cidadania, na época PPS, ocupou a oitava posição no ranking, com quatorze cassações, atrás do DEM, PMDB e PSDB, PP, PTB, PDT e PR.

Mãe de três filhas, Soninha confessou ter feito aborto na terceira gravidez, quando estava se separando do marido. Houve complicações no processo cirúrgico, que a deixaram internada.

Em 2013, durante uma ação social, Soninha conheceu um morador de rua – Paulo Sergio Rodrigues Martins – que dormia na Praça da Sé, e começou a se relacionar com ele. Paulo sofria de alcoolismo, e mesmo contra a vontade da família, Soninha o levou para morar em sua casa cerca de dois anos depois, e eles passaram a ter um relacionamento estável. Paulo conseguiu controlar seu alcoolismo em março de 2017, e passou a frequentar um templo budista junto com ela.

Cargos ocupados durante os mandatos:

  • Membro na Comissão Permanente de Defesa de Direitos Humanos, Cidadania e Relações Internacionais;
  • 1° Suplente da Mesa Diretora;
  • Membro na Comissão de Finanças e Orçamento;
  • 2° Vice-Presidente da Mesa Diretora;
  • 1° Suplente da Mesa Diretora;
  • Membro na Comissão Permanente de Meio Ambiente;
  • Presidente na Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Criança, do
    Adolescente e da Juventude;
  • Membro na Comissão Permanente de Direitos Humanos e Cidadania;
  • Vice-Presidente na Comissão de Finanças e Orçamento;
  • Membro na Comissão Permanente de Meio Ambiente;
  • Membro na Comissão Permanente de Direitos Humanos e Cidadania;
  • Presidente na Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente e da Juventude;
  • Membro na Comissão Extraordinária Permanente de Turismo, Lazer e Gastronomia.

Alguns Projetos:

Projeto de Lei nº 400/2019.
ALTERA A LEI Nº 14.485 DE 19 DE JULHO DE 2007 PARA INCLUIR NO CALENDÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DA CIDADE DE SÃO PAULO O DIA MUNICIPAL DO HEAVY METAL, A SER COMEMORADO TODO DIA 8 DE JUNHO DE CADA ANO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
Apresentado em 01/08/2019.

Projeto de Lei nº 651/2008.
DENOMINA “ELEVADO MINHOCÃO” O LOGRADOURO PÚBLICO ATUALMENTE DENOMINADO “ELEVADO PRESIDENTE COSTA E SILVA”, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
Apresentado em 26/11/2008.

Projeto de Lei nº 620/2006.
INSTITUI O “DIA DO GRAFITE”, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
Apresentado em 14/11/2006.

Esta foi uma breve visão sobre a vereadora Soninha Francine.

Revisores: Leandro Luis, Rodrigo Vieira e Cynthia Capucho.

Fonte: Veja.com