fbpx
Câmara dos Deputados » Paraná
Deputado paranaense Sergio Souza é alvo de operação da PF

Deputado Sergio Souza é acusado de receber cerca de R$3 milhões em propina e teve até R$3.2 milhões em bens bloqueados.

21/10/2019 15h40

O Deputado Federal Sergio Souza (MDB-PR) foi alvo de busca e apreensão nessa segunda-feira (21). O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a Polícia Federal a investigar o parlamentar.

Foi deflagrada a Operação Grand Bazaar a qual visa desarticular as fraudes em fundos de pensão. A investigação em torno de Sergio Souza busca apurar se o Deputado recebeu propina para não incluir o presidente da Postalis e do Petros na CPI que apurava desvio de recursos de fundos de pensões. A suspeita é que Sergio tenha recebido R$3 milhões em propina.

A operação cumpre 18 mandados de busca e apreensão em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. No total, mais de 100 agentes estão envolvidos nos mandados de busca e apreensão expedidos pelo STF.

O Ministro Celso de Mello autorizou o bloqueio de até R$3.2 milhões de reais do Deputado. Juntamente com Sergio Souza, o advogado Marcos Joaquim Gonçalves Alves (advogado que defendeu Eduardo Cunha) também teve R$3.2 milhões de seu patrimônio bloqueados.

Sergio Souza foi suplente de Gleisi Hoffmann entre 2010 e 2018, assumiu o mandato da petista quando a parlamentar foi nomeada chefe da Casa Civil de Dilma Rousseff. Em 2018 Sergio se elegeu Deputado com 94.077 votos.

Acadêmico de Direito (CESUL), Liberal radical e anti-intervencionista. Me arrisco a escrever para o Jornal de Beltrão, Coordenador do MBL Paraná e o mais importante, gremista e torcedor do Marreco Futsal.