Rio Grande do Sul
Sensatez ou oportunismo? Câmara de Caxias discutirá salários para 2020

Atual presidente da Câmara dos Vereadores não cogita aumentar salários. Ele poderia cogitar reduzi-los?

10/02/2020 07h15 - Por Renan Della Costa

Até outubro de 2020, a Câmara dos Vereadores de Caxias do Sul/RS votará os salários do prefeito, do vice, dos vereadores e dos secretários municipais. O atual presidente da câmara, Ricardo Daneluz (PDT), afirmou que, se depender dele, não haverá aumento de salário.

Evidentemente, essa questão passará pela Mesa Diretora, e dependerá de articulação com os parlamentares. O aumento de salário será especialmente espinhoso dessa vez, pois o subsídio máximo que pode ser pago aos vereadores equivale a 75% do valor pago a deputados estaduais, em cidades com mais de 500 mil habitantes – como é o caso em tela, conforme estimativa do IBGE, que revela que a cidade possui 510 mil habitantes.

Na sessão de terça-feira (4), quando começou o ano legislativo, o vereador Elisandro Fiuza (Republicanos) fez um contraponto às proposições feitas pelo vereador Rafael Bueno (PDT), em especial sobre o não-reajuste dos vencimentos de vereadores para a próxima legislatura. Para Elizandro, se o objetivo é o corte de gastos, esse deveria ter sido proposto nos anos anteriores, e não apenas em ano eleitoral.

Ademais, vale lembrar que, se houver entendimento de todos os parlamentares, seria possível não apenas manter os valores atuais, como reduzi-los. Vai depender do quanto há de sensatez e/ou oportunismo nos posicionamentos dos vereadores.

Fonte : Jornal O Pioneiro