Coronavírus » Pernambuco
Secretários do Nordeste debatem sobre coronavírus: “O governo deve ser mais efetivo”

Reunião visava discutir ações de combate ao COVID-19

13/03/2020 18h18 - Por Ana Baltar

Ontem, quinta-feira (12), os secretários de Saúde dos estados do Nordeste se reuniram através de uma videoconferência para debater sobre a situação atual do Covid-19 e os impactos que o mesmo irá causar. O vírus já atingiu tres estados do Nordeste, são esses: Bahia (3 casos), Pernambuco (2 casos) e Alagoas (1 caso).

Os secretários presentes na reunião concordaram que o Ministério da Saúde deve ser mais efetivo na garantia e liberação imediata de recursos para os estados.

“Precisamos garantir a compra ou receber do ministério EPIs (equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas), insumos para exames laboratoriais e recursos para contratação de leitos de UTI. Isso não pode chegar daqui a quatro meses”, assegura André Longo, secretário Estadual de saúde de Pernambuco.

Na reunião também entrou em pauta a preocupação com a alteração no preço e quantidade dos insumos devido ao aumento da procura por esses itens, que aumentaram consideravelmente nas últimas semanas e em algumas farmácias do Recife chegando a zerar o estoque.

“Os secretários manifestaram preocupação de que o enfrentamento do coronavírus não seja feito como a gestão do Bolsa Família. Entendendo, por um lado, que o Nordeste não pode novamente ser alvo da ação discriminatória do governo federal e, por outro lado, de que os estados nordestinos devem atuar conjuntamente, decidiram fazer um levantamento das principais necessidades comuns aos nove estados para apresentar ao próprio Ministério da Saúde”, diz o texto distribuído após a reunião por videoconferência.

Por fim, os secretários decidiram fazer uma outra reunião na próxima semana, dia 19, no Maranhão.