fbpx
Itupeva » São Paulo
SECRETÁRIO DE SAÚDE DE ITUPEVA É PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL

O agora ex secretário da saúde de Itupeva, Alex Santo Ezídio foi preso na quinta-feira (24) pela Polícia Federal em operação que prendeu nove pessoas por fraudes em licitações em Araçoiaba da Serra-SP

26/10/2019 13h26 - Por Alef Braian Coordenador MBL Itupeva

Alex Ezidio , secretário de saúde de Itupeva preso na operação da PF(foto:g1)

Um médico e dois ex-secretários de Saúde de prefeituras da região de Sorocaba (SP) foram presos na operação da Polícia Federal, deflagrada nesta quinta-feira (24), contra uma associação criminosa que fraudava contratos de serviços na área da Saúde.

Segundo a PF, foram expedidos pela Justiça nove mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão temporária de cinco dias. Dos cinco mandados de prisão, quatro foram cumpridos. Um médico que tem mandado de prisão não foi encontrado durante a operação desta quinta-feira.

A operação investiga denúncia de fraudes em contratos de prestação de serviços médicos para a Prefeitura de Araçoiaba da Serra. A ação da Polícia Federal ocorreu nas cidades de Sorocaba, Votorantim, Capela do Alto e Boituva (SP).

O médico de Sorocaba Fabio Zavarezzi, um funcionário dele e dois ex-secretários municipais de Saúde de cidades da região, Alex Santo Ezidio e Maria Cristina da Silva, foram presos.

Maria Cristina, ex-secretária de Boituva (SP), foi liberada após ser ouvida. Ela continua sendo investigada. Alex trabalhou como secretário da Saúde em Araçoiaba da Serra, período que houve as supostas irregularidades. Ele também foi secretario de Saúde de Capela do Alto e acaba de ser exonerado da função de secretário de Saúde em Itupeva (SP).

Outro médico com mandado de prisão expedido, Edmond Yossef Khaled Júnior, não foi encontrado. Os três homens presos durante a operação foram levados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Capela do Alto (SP).

Alex Ezidio era secretário de saúde de Itupeva desde o início de Setembro e foi exonerado como anúncio da prisão. Prefeitura até então não soltou nota sobre o assunto.

Fonte:TV TEM – G1