Bahia
Salvador tem o dobro de chuva previsto para um mês em apenas 1h; Lauro de Freitas tem caos com alagamentos devido a temporal

Chuva começou na noite de segunda-feira (30). Capital baiana registrou mais de 100 ocorrências na manhã desta terça (31).

31/12/2019 15h41

Salvador teve o dobro de chuva previsto para um mês em apenas 1h, segundo informações da Defesa Civil de Salvador (Codesal). O temporal também causou grandes alagamentos em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador.
Segundo a Defesa Civil da capital baiana, os bairros que mais foram atingidos pela chuva na madrugada desta terça-feira (31) foram Itapuã, Mussurunga e São Cristóvão, que chegaram a receber 116 mm nas primeiras seis horas desta terça.
De acordo com o diretor da Codesal Sóstenes Macêdo, a quantidade de chuva esperada para dezembro era de 58,11 mm.
Também foram registradas chuvas em Cajazeiras, Valéria, no subúrbio ferroviário e na Liberdade. No bairro da Graça, o galho de uma árvore caiu e foi arrastado para a pista que fica entre a Avenida Centenário e a Rua Manoel Barreto.
Na noite de segunda (30), a prefeitura cancelou os shows de Wesley Safadão e Psirico, no Festival da Virada, por causa da chuva.
O muro de um hostel desabou no bairro de Itapuã. Ninguém ficou ferido. Também houve alagamentos na localidade do Terracom.

De acordo com a Codesal, 125 ocorrências foram registradas na cidade. O órgão registrou 18 deslizamentos, sete deles na região de Cajazeiras, outros quatro em Valéria e em Itapuã, dois no subúrbio e um na região da Cidade Baixa.
Também foram registradas duas quedas de árvore, 78 alagamentos de imóvel, quatro alagamentos de área, 11 avaliações de imóvel alagado e um imóvel desabou, em Cajazeiras.

Região metropolitana de Salvador

Chuva causou alagamentos em Lauro de Freitas — Foto: Eduardo Barbosa/TV Bahia

A chuva também causou prejuízos aos moradores das cidades de Lauro de Freitas e Camaçari, que ficam na região metropolitana de Salvador.
De acordo com a Prefeitura de Lauro de Freitas, o rio Ipitanga transbordou, ruas ficaram alagadas, muros e árvores caíram e imóveis ficaram inundados. Até a última atualização desta reportagem, uma família está desalojada e não há registro de desabrigados.
Nas localidades mais atingidas, equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEMDESC) avaliam danos causados pela chuva. Escolas em todos os bairros foram disponibilizadas pela prefeitura para atender famílias que precisaram deixar suas casas.
Segundo a prefeitura, choveu em Lauro de Freitas 80 mm entre 2h e 5h da madrugada, segundo informe do CEMADEN, que também emitiu alerta de risco alto para a região.
Em Camaçari, um carro derrapou na pista e caiu em um buraco, no bairro Novo.

Fonte: G1 Notícias

Juazeirense, estudante de psicologia, apaixonada pelo liberalismo econômico e pelo objetivismo.