Coronavírus » Pernambuco
Reino Unido disponibiliza avião para retirar cidadãos de cruzeiro no Recife

O governador Paulo Câmara (PSB), pretende resolver a situação nesta terça-feira (17)

16/03/2020 22h28 - Por Felipe Alves

Nesta segunda-feira (16), o jornal Diário de Pernambuco divulgou notícia alegando que o Reino Unido, de Boris Johnson, teria disponibilizado um avião para retirar os passageiros que foram retidos em um cruzeiro no porto do Recife como medida de segurança para se evitar o contágio do coronavírus, devido a um caso confirmado de uma passageiro que estava presente na embarcação.


Espera-se que na terça (17) a situação seja resolvida, ao menos é essa a expectativa do governador Paulo Câmara (PSB). O Reino Unido pretende retirar seus cidadãos do cruzeiro, e há indicativos, não confirmados, que tratam-se de mais de 100 o que corresponde a mais de 15% dos presentes.


O governador Paulo Câmara, ainda afirmou que estava negociando com o ministério da saúde e da defesa para retirada dos passageiros e da tripulação a bordo do navio. Essa semana, várias instituições suspenderam suas atividades a fim de ajudar na prevenção dos casos de covid-19.


A atual situação é certamente a maior crise na saúde pública vivida no Brasil e no mundo. Há atualmente 18 casos confirmados no estado de Pernambuco e mais 81 em investigação.


Por tratar-se de uma problema global, o atual momento pode nos servir como um apontamento para entender o quanto a saúde pública está defasada e necessitada, e possivelmente mostrar mais uma vez, a fragilidade e ineficiência do estado para dar uma resposta rápida à questão, por mais que possa haver ações que visem amenizar a situação, tais como a detenção do navio de cruzeiro no porto do Recife.


O navio de bandeira bahamenha tem 607 pessoas de 18 nacionalidades a bordo, sendo 316 passageiros e 291 tripulantes e está atracado no porto desde quinta-feira (12).