São Paulo
Reforma interminável do PS Vera Cruz gera protestos em Mongaguá

Ato organizado pelo MBL Mongaguá reuniu lideranças da oposição e moradores indignados.

08/02/2020 14h00 - Por Abner Almeida

MBL Mongaguá em protesto pelo atraso da obra do PS Vera Cruz (foto:arquivo pessoal)

O MBL Mongaguá voltou às ruas. Dessa vez o protesto se deu ao atraso de um ano na reforma de um dos pronto socorro mais estratégicos da cidade. O PS do Vera Cruz era saída para moradores da região, principalmente idosos, fazerem seus exames rotineiros, medição de pressão e diabetes. A reforma se iniciou em 7 de fevereiro de 2019, primeiramente pequena, para resolver problemas no teto. O prazo era de 52 dias. Na época, protestamos contra a falta de planejamento, já que a reforma se iniciaria bem no Carnaval (quando a cidade tem mais atendimentos).

O tempo passou, e a reforma foi prorrogada para 225 dias e, como sempre, recebeu aditivos financeiros. Essa é uma prática comum nas obras da prefeitura. Lançando com um preço e logo após pedem a câmara mais recursos. Realmente, quem faz os cálculos dos custos da obra deveria ser demitido, já que erra todas.

Se estivesse dentro do prazo, a obra deveria ter sido entregue em Setembro de 2019, porém o tempo se passou e ontem, 7 de fevereiro de 2020, a reforma fez um ano de iniciada.

Pensando nisso, o MBL MONGAGUÁ organizou o aniversário de um ano da reforma, com bolo, guaraná, cartazes e narizes de palhaço. O Ato reuniu alguma municípes igualmente cansados do descaso, e atraiu diversos motoristas que passavam na hora. Houve buzinaço e gritos de “Fora diretor de Obras” e “Fora Liminar” (em referência ao Prefeito Márcio Cabeça, caçado em 2019, mas que administra a cidade sob liminar do Ministro do STF, Gilmar Mendes.

Esse foi apenas o primeiro de uma série de atos programados para 2020. O MBL Mongaguá vem trabalhando duro para conscientizar a população sobre os riscos do ano eleitoral, e todo o descaso que será maquiado por quem detém o poder, e não se calará agora, pelo contrário, fará com que cada vez mais sua voz seja ouvida, respeitada e atendida.