Goiás
Projeto de Lei defende liberdade de expressão no ambiente escolar em Goiás

E não é o Escola sem Partido…

11/02/2020 09h28

O projeto nº 5087/19, da deputada estadual por Goiás Delegada Adriana Accorsi (PT), defende a liberdade do ensino e de ideias e liberdade de pensamentos dos profissionais da educação no âmbito do estado de Goiás. O processo tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), com relatório favorável do relator deputado Antônio Gomide (PT), mas teve pedido de vistas solicitado pelos parlamentares Humberto Teófilo (PSL), Vinícius Cirqueira (PROS) e Cairo Salim (PROS).

A propositura dispõe sobre a liberdade de expressão, de opinião e de pensamentos no ambiente escolar da rede pública e privada e institui o Mês da Escola Democrática. De acordo com a matéria, o objetivo é garantir a liberdade de ensinar. Pois segundo a deputada, nos últimos seis anos a liberdade de ensino e pluralismos tem sido alvo de fortes ataques por setores reacionários da sociedade.

Resta-nos questionar se o projeto também garante que os alunos realmente tenham liberdade de expressão dentro do ambiente escolar, inclusive de discordar dos professores. E se também inclui a garantia da liberdade de aprender, para fazer jus à pluralidade de pensamento, inclusive as ideias pelas quais os professores não defendem, como por exemplo, o ensino do liberalismo de fato.

*Com informações da Assembléia Legislativa de Goiás.

Química Industrial, Tatuadora, Desenhista, Cristã Reformada e aspirante a Teóloga.