Goiás
Procon multa Enel Goiás em R$9,176 milhões por má prestação de serviço

Em 2019, o Procon Goiás registrou 3184 reclamações contra a Enel, 791 denúncias a mais em comparação com 2018.

07/01/2020 15h19

O Procon Goiás aplicou uma multa no valor de R$ 9,176 milhões à Enel Distribuição S/A após a conclusão de dois processos administrativos de investigação para apurar a má prestação de serviços por parte da empresa de distribuição de energia do estado. Em 2019, o Procon Goiás registrou 3184 reclamações contra a Enel, 791 denúncias a mais em comparação com 2018, quando houve 2393 reclamações. Nos primeiro seis dias de 2020, foram registradas 20 reclamações.

As reclamações mais recorrentes de consumidores relataram constantes quedas de energia, demora no serviço de restabelecimento do fornecimento de energia, problemas com cobranças indevidas, indeferimento de contestações e dos pedidos de ressarcimento no caso de danos materiais decorrentes da interrupção de energia. Além de ineficiência do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), com acessibilidade inadequada.

Um Projeto de rescisão do contrato de venda da Celg para a Enel já foi aprovado na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego).

 O governador Ronaldo Caiado (DEM-GO) comentou a ação do Procon em suas redes sociais. Confira:

Química Industrial, Tatuadora, Desenhista, Cristã Reformada e aspirante a Teóloga.