Pará
Procon autua empreendedores no Pará

Fiscais do Procon saíram às ruas da região metropolitana para fiscalizar a flutuação de preços de álcool gel e álcool 70

20/03/2020 14h00

Ontem (19), em meio a calamidade pública gerada pelo Novo Coronavírus (COVID-19), fiscais do Procon-PA (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) saíram às ruas da região metropolitana para fiscalizar a flutuação de preços em estabelecimentos que oferecem produtos referentes a saúde. Ação foi divulgada nas redes sociais do governador.

Durante a operação, o Procon Pará autuou estabelecimentos em Ananindeua e Belém, os vendedores estavam comercializando produtos relacionados a prevenção ao Novo Coronavírus por preços considerados abusivos, no caso do estabelecimento da capital 100 máscaras que costumeiramente eram compradas pelo valor de R$ 17,00 reais estavam sendo vendidas a R$ 100,00. Hoje (20), o Procon apreendeu e fechou um estabelecimento localizado no km 4 da rodovia BR-316 na capital.

Entretanto, a elevação dos preços está se dando pelo aumento da demanda. A alta nos preços é fundamental para que os produtos não acabem das prateleiras e serve como uma espécie de inibidor de estoques, não permitindo que pessoas comprem todos os exemplares dos objetos de uma vez só para estocar em casa, como ocorreu no governo Sarney e a população passou por um período de escassez.

Uma medida mais efetiva, já apresentada pelo próprio governador, é a isenção ICMS incidente sobre álcool gel e álcool 70 que diminuiria o preço do produto em pelo menos 17%, ação está sendo avaliada pela administração do governo do estado junto ao conselho nacional de política fazendária.