Economia » Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio de Janeiro estourou o limite de gastos com pessoal em 2019

Segundo parecer do Tribunal de Contas do Município (TCM)

12/03/2020 19h58

Segundo o Tribunal de Contas do Município (TCM), a gestão Marcelo Crivella estourou o limite máximo de gastos com pessoal permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal em 2019.

De acordo com a LRF,os gastos do executivo municipal não podem ultrapassar 54% da receita corrente líquida. Mas, segundo o TCM, a prefeitura comandada por Crivella gastou 54,32%, desrespeitando a LRF.

Por causa disso, a administração Crivella não poderá realizar concursos nem reajustar salários e terá que reduzir despesas com cargos comissionados em, pelo menos, 20% nos primeiros quadrimestres deste ano.

O relatório do TCM indica ainda que os restos a pagar da prefeitura chegam a R$550 milhões e ainda faltam R$2,42 bilhões para as contas ficarem equilibradas.

Jornalista formado pela UniverCidade, pós-graduado em Sociologia, Política e Cultura pela PUC-Rio. Formado em cinema pela New York Film Academy. Um liberal de direita que luta desde sempre pelos ideais que acredita.