fbpx
Capital » São Paulo
Prefeitura de São Paulo descredencia mais 104 creches

Os CEIs foram apontados em investigações internas como entidades com irregularidades fiscais

31/10/2019 22h01 - Por Cynthia Capucho

(Foto: MBL/SP)

Depois de identificar irregularidades na prestação de contas e fraudes previdenciárias em 116 creches, a Prefeitura de São Paulo descredenciou nesta quarta-feira (30) mais 104 CEIs (Centros de Educação Infantil) que estavam sendo investigadas com irregularidades fiscais. Nesta sexta-feira (01) serão substituídas 35 entidades que atuavam com as creches. A substituição será feita por entidades parceiras que já prestam serviço para a Secretaria de Educação.

O secretário Bruno Caetano afirma: “o momento é de transição e a secretaria está à disposição para prestar esclarecimento para os pais e funcionários dos CEIs, no entanto, é de suma importância que nossas crianças sejam atendidas por entidades idôneas”.

Para que entidades estabeleçam parcerias com o município e comecem a cuidar das creches, a Prefeitura de São Paulo alterou os critérios. Portanto, agora será necessário que as parceiras entreguem a inscrição no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), título de utilidade pública municipal e mínimo de 24 meses de atividade. As regras já começam a vigorar este ano.

A CEI Casa da Criança em Ermelino Matarazzo está sofrendo com essa medida e será obrigada a demitir todos os seus professores devido ao descredenciamento da creche. Os pais estão desesperados porque além das crianças perderem seus professores, também irão perder vários projetos. Mas o desespero maior é por parte dos professores que estão preocupados por não poderem continuar em seus empregos e manter seus projetos, já que mesmo que outra ONG assuma, os professores gostariam de continuar lecionando no CEI.

Todos os CEIs funcionarão normalmente na segunda-feira (04).

Revisores: Rodrigo Vieira, Mafê Leonetti