fbpx
Bagé » Rio Grande do Sul
Prefeito do PSL se encontra com deputado do PT

Prefeito alega se tratar de fake news

07/11/2019 01h45

Prefeito de Bagé, Manoel Machado (PSL) em 07/11/2019.
João André Lehr/Tribuna do Pampa

Após o escândalo de corrupção que afastou Divaldo Lara da prefeitura de Bagé, parece que a situação na cidade demora a se estabilizar. Segundo a imprensa local, o atual prefeito Manoel Machado (PSL) se encontrou com o deputado estadual Luiz Fernando Mainardi (PT).

Conhecido dos bageenses, Mainardi foi prefeito da cidade e um dos articuladores da visita de Lula ao município ainda no início de 2018. Contudo a visita do ex-presidente não ocorreu pela manifestação da população, inclusive colocando cavaleiros com boleadeiras para “lançar” o atualmente presidiário.

Contudo nada disso foi suficiente para evitar um encontro entre o atual prefeito bolsonarista e o deputado petista. Pelo contrário, a visita aconteceu em data simbólica, dia do funcionário público, em 28 de outubro.

Mesmo com a pauta do encontro não revelada a imprensa, as ações do prefeito Machado após essa reunião foram polêmicas. A principal delas foi a demissão do Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico da cidade, Bayard Paschoal.

No início do mês de outubro o secretário Bayard participou de uma reunião com o diretor de expansão das lojas Havan, Nilton Hang. Na oportunidade foram iniciadas as tratativas de instalar uma das lojas do grupo na cidade, tendo em 15 de novembro uma possível visita do presidente da empresa, Luciano Hang so município.

Cortes, Continuidade e Loteamento

Mesmo diante da crise gerada por seu antecessor, Manoel Machado em entrevista coletiva no último dia 07 afirmou que sua gestão será de continuidade. Com uma metáfora se referiu ao vice-prefeito como um pilar do prefeito.

Anunciou diversos cortes no secretariado de seu antecessor, além de cargos em comissão e contratados, somando no total 97 pessoas. Segundo o próprio prefeito isso gerará uma economia de R$ 250 mil reais mensalmente.

Contudo afirmou que a demissão de Bayard Paschoal, ocupante da pasta de Desenvolvimento Econômico, se deu ocupação de espaço, estando este cargo vago ao MDB.

Já com relação ao encontro com o deputado petista alegou se tratar de fake news, mas não fechou as portas de dialogar com o partido de Mainardi. “Jamais vou fechar com as ideias do PT, mas não tenho nada contra as pessoas. Serão bem tratadas”. Cabe lembrar que Machado concorreu pelo PSDB em 2016.

Com informações de Gente Jornal, Folha do Sul e Tribuna do Pampa.

*Colaboraram Linniker Cavalheiro e Marcelo Dutra.

Especialista em Gestão Pública, Ativista Libertário Social e Coordenador do MBL Rio Grande do Sul