São Paulo
Pré-candidato a vice-prefeito do PT, Paulo João Estausia, já foi preso em aeroporto no ano de 2011.

Atualmente o PT e Psol acenam um para o outro e já tem pré-candidatos a prefeito e vice, porém temos que relembrar um de episódio que ocorreu em 2011 em que João Estausia (pré-candidato a vice-prefeito) foi preso no aeroporto por porte ilegal de componente de arma de fogo.

05/02/2020 21h24 - Por João Braga

Estausia em Seminário (Foto:arquivo redes sociais Sindicato do Rodoviários)


Com as eleições de 2020 chegando, os principais partidos de esquerda unem forças para tentar derrotar o crescente sentimento conservador da cidade de Sorocaba, para isso Raul Marcelo (Psol) e João Estausia (PT) já são pré-candidatos a prefeito e vice, e assim formam uma coligação, mas é sempre bom relembrar o passado.

No dia 23 de Novembro de 2011 o atual pré-candidato a vice-prefeito do PT foi preso por porte ilegal de armas no Aeroporto Internacional de Campinas, Viracopos, o sindicalista havia sido preso em flagrante por ter em sua mochila um carregador 9 milímetros desmuniciado, de uso exclusivo das forças armadas e uma máquina de choque conhecida como “Taser”.

Na época João comunicou que havia encontrado o carregador no estacionamento de um hipermercado, então o guardou na sua mochila para entregar a uma autoridade competente, mas não achou ninguém em seu caminho, após isso resolveu seguir para o aeroporto para pegar o seu o voo (com o carregador ainda em sua mochila) e então foi preso no local.

O estranho é ele embarcar com o carregador e o Taser, que também tem uso restrito e é proibido em vôos.

Fonte: www.jornalcruzeiro.com.br