Rio de Janeiro
Policial federal é assassinado em favela do Rio

O tiroteio ocorreu na favela do Rola, em Santa Cruz, na zona oeste da cidade

13/02/2020 19h58

Um policial federal foi assassinado após trocar tiros na favela do Rola, zona oeste do Rio de Janeiro.

Outro agente, que também trocava tiros com traficantes, conseguiu fugir e foi encontrado por outros policiais federais em estado de choque, escondido em uma casa da favela.

Segundo o G1, o policial morto foi identificado como Ronaldo Heeren e o que conseguiu fugir é Plínio Ricciardi. Ambos são Núcleo de Operações da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Delecor).

Ronaldo Heeren trabalhava há mais de 20 anos na corporação e foi encontrado por policiais militares em um dos acessos à comunidade.

Em nota, a PF lamentou a morte e afirmou que ele trabalhava na Superintendência Regional do Rio.

Após matarem Heeren, os bandidos ainda picharam a viatura com as iniciais do Comando Vermelho.

A comunidade do Rola foi tomada por criminosos ligados à milícia de Wellington da Silva Braga, o Ecko.

Jornalista formado pela UniverCidade, pós-graduado em Sociologia, Política e Cultura pela PUC-Rio. Formado em cinema pela New York Film Academy. Um liberal de direita que luta desde sempre pelos ideais que acredita.