fbpx
Barueri » Polícia » São Paulo
PF aponta irregularidades na gestão Furlan na prefeitura de Barueri

Relatório da Polícia Federal relaciona o prefeito Rubens Furlan (PSDB) com fraude de licitação e corrupção passiva

15/10/2019 19h44 - Por João Pedro Negreiros

Foto: Reprodução Correio Paulista

Deflagrada em 2018, A Operação Prato Feito, cujo objetivo inicialmente era investigar desvios de verbas federais de merenda escolar, ao alcançar Barueri, se debruçou perante a compra de materiais didáticos. De acordo com denúncia, Furlan teria recebido, na campanha de 2016 à prefeitura, financiamento privado visando favorecer, sem divulgação por parte da PF de nome específico, determinada empresa de material didático durante o mandato do tucano. As investigações instigaram Toninho Furlan, à época secretário de suprimentos, e Celso Furlan, ex-secretário de educação – ambos irmãos de Rubens – a deixarem seus respectivos cargos. A Polícia Federal realizou buscas na prefeitura, na casa do prefeito e nas duas secretarias anteriormente citadas.

Outras 12 prefeituras estão sendo investigadas pela Operação Prato Feito: Caconde, Cosmópolis, Embu das Artes, Holambra, Itaquaquecetuba, Laranjal Paulista, Mauá, Mongaguá, Paulínia, Pirassununga, Registro e São Bernardo do Campo. A operação totalizou 154 mandados de busca e apreensão, apurando 65 contratos, os quais somavam mais de R$ 1,6 bilhão.

Fonte: Barueri na Rede
Imagem: Reprodução: Correio Paulista