fbpx
São Paulo » Sorocaba
Obras do BRT em Sorocaba prejudicam comerciantes da Av. Itavuvu. Até o Dono da Havan está reclamando.

Obras do BRT projetado para a Av. Itavuvu vem causando prejuízos aos comércios da região, alguns tiveram que encerrar atividades. Até Luciano Hang, Dono das Lojas Havan , protestou nas redes sociais.

24/10/2019 00h59 - Por Ítalo Moreira

Luciano Hang , publicou vídeo nas redes sociais reclamando do BRT (foto:Facebook MBL Sorocaba)

Obras do BRT projetado para a Av. Itavuvu vem causando prejuízos aos comércios da região, alguns tiveram que encerrar atividades devido aos transtornos no trânsito da região, que vem afastando os clientes por falta de opção de estacionamento e pelas interdições na via.

“NÃO PODEMOS PAGAR A CONTA DA INCOMPETÊNCIA”

Foi uma das frases do empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, em um vídeo publicado por ele nas redes sociais, criticando as obras do BRT na Zona Norte de Sorocaba. Hang adiantou que deve visitar a cidade nos próximos dias e pretende se reunir com representantes do poder público e pedir mais agilidade e coerência nas obras. O vídeo está disponível aqui.

No dia 26 março, o coordenador do MBL de Sorocaba Italo Moreira, convidado pelo líder comunitário Severino Silva, esteve na “futura estação” do BRT da Vila Carol, denunciando que as obras eram para ter sido iniciadas em setembro de 2018 e que até aquele mês de abril de 2019, não tinham começado as obras de fato. Ítalo ressaltou que estava previsto o inicio das obras só em maio, em um ritmo bem lento, pois com mais de um ano de obras de implantação do novo sistema do transporte público de Sorocaba o Bus Rapid Transit (BRT) em execução na cidade, apenas 10% das atividades já estavam finalizadas.

Foto do Local em 26/03/2019 (foto: Jornal Cruzeiro do Sul)

Após anunciar em 21 de setembro de 2018 que as obras do Bus Rapid Transit (BRT) na avenida Itavuvu durariam cinco meses, a Prefeitura não estabeleceu mais um prazo e alegou que a implantação de todo o sistema iria durar 18 meses para ser concluída em 2020.

O coordenador do MBL de Sorocaba Italo Moreira, convidado pelo líder comunitário Severino Silva, esteve no dia 26 de março, na “futura estação” do BRT da Vila Carol. Os dois gravaram um vídeo denunciado a situação: (https://www.facebook.com/mblsorocaba/videos/303456607013395/)

Cercado de tapumes, o local já estaria com as obras acontecendo, segundo a Prefeitura. Porém, no interior do canteiro, não haviam máquinas e tampouco profissionais em serviço.

De acordo com um vídeo feito pelo MBL Sorocaba no local, é possível constatar mato alto, grande quantidade de lixo e entulho e possíveis criadouros para mosquitos da dengue e escorpiões.

No local, também foram encontrados roupas, sacolas e uma barraca que ora abrigava um casal de moradores de rua.

“Acreditamos que o pior de tudo seja o transtorno causado aos pedestres e ciclistas que têm que passar pela avenida junto aos carros, por conta do fechamento do canteiro central pelos tapumes, o que aumenta as chances de acidentes”, relata Ítalo Moreira.

Segundo a moradora Dona Rosa, os vizinhos e os comerciantes reclamam que o local ficou perigoso a noite já que está sendo usado para o consumo de drogas como crack. Ela conta que já viu um rapaz sair de dentro do local para roubar um ciclista que voltava do trabalho.

Obras vem atrapalhando a travessia de pedestres e causando acidentes e transtornos no transito local (foto:Jornal Znorte)

Outra queixa comum no bairro vem dos comerciantes. Segundo eles, depois do fechamento do canteiro central da avenida, o movimento caiu bastante uma vez que os tapumes dificultam o campo de visão de quem passa do lado contrário seja caminhando ou utilizando bicicleta, carro ou moto.

A verdade é que o fechamento de parte da ciclovia deveria ter ocorrido apenas quando de fato os trabalhos começassem.

Não seria muito mais prático se colocassem um tapume, terminassem a obra e só então fossem para a próxima “futura estação” ? Com certeza, não atrapalharia tanto assim.

Para que cercar o local com tapumes e colocar um monte de placas de obras, se a mais de seis meses não havia obra nenhuma ?

Obras no trecho onde as obras estão mais avançadas (Foto: Gazeta de Votorantim)

E depois que as obras iniciaram de fato em maio de 2019, a situação só ficou mais precária. A falta de planejamento deixou o transito caótico da Av. Itavuvu, que está fazendo diversos comércios locais falirem ou reduzirem dramaticamente suas vendas.No local aconteceram diversos acidentes, em especial atropelamentos por falta de faixas de pedestres e locais de acesso para atravessarem. Houve um caso onde um motorista atropelou uma mãe junto com seus dois filhos, no dia 26 de agosto de 2019, além de que em 27 de julho um pedestre de 54 anos foi atropelado por uma motocicleta que teve uma fratura exposta e foi levado em estado grave ao Conjunto Hospitalar de Sorocaba.