Pará
Obra da prefeitura de Belém é demolida

De acordo com o Iphan, a obra não estava de acordo com o projeto que foi aprovado

14/02/2020 16h40

Nesta última quinta-feira, 13 de fevereiro, foram iniciados os serviços de demolição das cabines localizadas no estacionamento do Ver-o-Peso. As cabines tem o objetivo de servir aos trabalhadores que serão afetados pelas reformas que serão feitas na feira.

A edificação havia sido embargada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) durante essa semana, o órgão constatou divergência entre o projeto e a execução. Segundo o que foi apurado pelo G1, as cabines, que estavam sendo feitas em alvenaria, deveriam ser construídas em madeira.

Rebeca Ferreira, superintendente do Iphan, se declarou sobre o embargo: “Não estava prevista instalação nova em alvenaria, o que estava previsto era um barracão temporário em madeira, o que caracteriza intervenção reversível, diferente de uma intervenção em alvenaria”.

A reforma, que será executada na feira Ver-o-Peso, de acordo com o G1, irá retirar dos cofres públicos aproximadamente R$ 5 milhões de reais. A prefeitura de Belém havia separado 1% desse valor, cerca de R$ 50 mil reais, para as obras das cabines, que agora não passam de entulho. Entretanto, segundo a prefeitura de Belém, a empresa que atua na construção irá se responsabilizar pelos gastos extras.