Goiás
Novo decreto do governo estadual fechará indústrias por 15 dias em Goiás

Casos confirmados de coronavírus sobem para 15 em Goiás. Os casos suspeitos saltaram de 230 para 303 em um dia.

20/03/2020 09h04

O número de casos confirmados com coronavírus em Goiás subiu de 12 para 15 de acordo com boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) divulgado nessa quinta-feira (19). Os confirmados são 7 em Goiânia, 2 em Anápolis, 3 em Rio Verde, 1 em Aparecida de Goiânia, 1 em Jataí e 1 ainda está em análise para obter informações sobre a localidade da pessoa. Segundo o SES-GO, os casos suspeitos saltaram de 230 para 303 em um dia, mas ainda não há mortes pela doença no estado.

Após os primeiros casos confirmados, o governo estadual publicou no Diário Oficial do Estado o decreto de nº 9.637 que determina que devem ser suspensas, por um período de 15 dias, de todas as atividades em feiras, incluindo feiras livres, também em shoppings e nos estabelecimentos situados em galerias ou polos comercias de rua atrativos de compras. A lista inclui ainda cinemas, clubes, academias, bares, restaurantes, boates, teatros, casas de espetáculos e clínicas de estéticas.

Novo decreto que é preparado pelo Governador Ronaldo Caiado (DEM), e deve ser publicado ainda na sexta-feira (20), deve determinar o fechamento das indústrias do estado por 15 dias, deixando de fora apenas a produção de alimentos, produtos higiene e saúde, de limpeza e farmacêutico.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, diz que a notícia é complicada, mas necessária. “Eu recomendo que os empresários se adequem porque as indústrias terão que parar. Temos na Fieg modelos de convenções coletivas”, orienta.

Fonte: Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Química Industrial, Tatuadora, Desenhista, Cristã Reformada e aspirante a Teóloga.