Rio Grande do Sul
Nova proposta de reforma do magistério é apresentada pelo Governo gaúcho

O governador apresentou uma nova proposta voltada para as carreiras do magistério.

17/01/2020 07h07 - Por Renan Della Costa

O governador Eduardo Leite apresentou, no dia 14 de janeiro, uma nova proposta de reforma para o magistério, contemplando a modalidade de subsídio, novo plano de carreira, com estrutura de níveis de acordo com a formação de cada um, incorporando uma nova tabela de dispersão de níveis (formação dos professores) e classes (progressão), além de aplicar a todos os níveis o reajuste de 12,84% do novo piso nacional do magistério.

Não é novidade dizer que os professores recebem pouco e que a carreira não é valorizada. Também não é novidade alguma que as finanças do RS estão em estado deplorável. Ou seja : não é fácil encontrar a melhor forma de equacionar as questões acima citadas, sendo que a melhor reforma é aquela que passa. Afinal, a política é a arte do possível.

Com isso em mente, e ao contrário das propostas anteriores, o Governo não avançou sobre 2021 e 2022. O governador explicou que esse projeto dispõe apenas sobre a carreira dos professores para o ano de 2020, deixando as discussões sobre parcelas autônomas de irredutibilidade (que sejam devidas àqueles que recebem mais do que os valores propostos) para um momento oportuno. Vale lembrar que o projeto de lei complementar aprovado pela Assembleia reduz a contribuição previdenciária para a aposentadoria de 14% para 8% ou 9%.