Opinião » Política » São Paulo
Nova Geração Política

O abismo entre os núcleos da velha política e a realidade social.

27/11/2019 20h58 - Por Gabriel M. Machado Loureiro

(Foto:https://pixabay.com/pt/photos/olho-modernidade-tecnologia-2979865/)

No Brasil, nunca tivemos uma classe política que abraçasse a modernidade e muito menos a vontade popular. A nação sempre foi liderada pelos capitães, que transferem o poder hereditariamente aos seus sucessores, mudando muito pouco através de nossa história, parecendo que apenas adaptou-se aos momentos vividos, transformando-se apenas o mínimo necessário para a manutenção do status quo daqueles que sempre ocuparam os cargos de mando no Brasil. Não me entendam mal, os políticos mudaram, tal como os regimes políticos e algo do modus operandi dos que estiveram no poder em cada um desses momentos históricos, porém o que jamais houve foi uma mudança real e profunda nas raízes e bases de nosso sistema político.

O Brasil sempre foi uma nação onde uma oligarquia política, completamente alienada da realidade popular, nega a realização de uma mudança real e profunda, assim como uma renovação política, ideológica, social e econômica. Aparenta-se que todas as mudanças realizadas através do tempo foram sempre superficiais e apenas tentativas de enganar a população, dando-lhes falsas esperanças em dias melhores e onde nosso país pudesse prosperar e avançar em todos os âmbitos.

É inegável a semelhança da estrutura de poder na velha república com a nova, onde as velhas raposas da política, protegidos por suas proles sucessoras e oligarcas dos altos escalões do serviço público e setores abastados da sociedade civil lutam constantemente para manterem as coisas exatamente da mesma forma, privando a população de um progresso real, tal como do desenvolvimento econômico, a fim de mantê-los sob seu domínio, tal como uma mãe ou pai demasiadamente protetor faz com um filho mimado, dando-lhe apenas o suficiente para que possa sair do ninho, porém jamais o suficiente para abrir as asas e voar por si próprio, causando uma dependência deprimente do paternalismo estatal nas massas da população, que em sua miséria, se veem impossibilitados de se desvincular das migalhas dadas a eles pelos políticos corruptos e seus círculos de poder.

Esse tipo de processo ocorre hoje mesmo, nas reformas políticas aprovadas recentemente pelo congresso nacional, que nada mais são do que engôdos para conseguir promover uma falsa renovação e impedir que aqueles que realmente tem boas intenções, vontade e capacidade para mudar o Brasil possam chegar ao poder, perpetuando a necessidade de filiação a partidos vendidos e controlados pelas velhas raposas da política e os corruptos que os cercam, tal como a dependência de seu financiamento público para manutenção de sua existência e do processo eleitoreiro, acompanhado de uma infinidade de outras coisas que impedem o saudável processo de renovação da política nacional.

É lamentável que essa seja a realidade de nosso país e que o povo brasileiro continue sendo explorado pelas velhas raposas da política nacional e seus interesses pessoais e necessitamos estar atentos no processo de mudança real e de renovação. Os políticos tradicionais erram ao negar a modernidade e os novos tempos em que vivemos, assim como a sair da bolha de ilusão em que vivem e acordar para o mundo real e a vida cotidiana de nosso povo, logo, podem ser superados por aqueles que são realmente bem-intencionados e anseiam por tornar nosso Brasil um país melhor para nossa população através da adoção de um regime verdadeiramente democrático e banhado nos princípios da liberdade, igualdade e fraternidade.

Imperativo notarmos que a mudança real vem com uma renovação, gradativa e consciente da necessidade das garantias constitucionais, da democracia, dos direitos humanos, da segurança jurídica e acima de tudo do respeito as liberdades individuais. Uma nova visão de mundo se faz necessária a todos aqueles que querem realmente transformar a realidade em que vivemos, demonstrando aos antigos a importância de ouvir a voz do povo que clama por um novo Brasil, inspirado por jovens que veem no mundo contemporâneo em vivemos o sucesso de todas as nações que abraçaram a modernidade e os princípios republicanos e democráticos que transformaram profundamente as sociedades, anteriormente conservadores e retrógradas que, tal como é hoje o Brasil, usavam da máquina pública para benefício de oligarquias e dinastias políticas corruptas enquanto mantinham a sociedade refém com as migalhas de sua mesa.

A renovação virá no Brasil e será feita por jovens idealistas que enxergam o mundo ao redor de nossa nação e através da manifestação de seus pensamentos e valores republicanos e democráticos conseguirão gradativamente ocupar seu devido espaço na política brasileira, acabando com o abismo que há entre a população e a classe política, colocando de vez as velhas raposas da corrupta política nacional, tal como suas famílias dinásticas, puxa sacos e oligarcas que os cercam no seu merecido local de descanso eterno, o lixão da história.


Que venham a renovação e as mudanças profundas nas raízes e bases do sistema político brasileiro!