fbpx
Goiás
MP oferece denúncias de 5 novas vítimas contra João de Deus

Denúncias seriam de estupro de vulnerável de cinco mulheres, de acordo com o MP

30/10/2019 10h25 - Por Marcos Dutra

O MP-GO (Ministério Público de Goiás) denunciou João Teixeira de Farias, o João de Deus, por estupro de vulnerável. Com essa, já se acumulam dez denúncias feitas pelo órgão. Com quase 11 meses preso no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia, o médium sempre negou os crimes.

As vítimas são de vários estados, como Rio de Janeiro, Distrito Federal, São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul. Além das denúncias por crime sexual, ainda está em andamento outras duas por porte ilegal de arma de fogo. Comarcadas em Abadiânia e outra em Anápolis.

O documento consta 15 relatos de vítimas, cinco delas não estão prescritas e as outras perderam o prazo de formalização; serão consideradas testemunhas. Entre 2015 e 2016, prazo onde teria ocorrido os crimes sexuais, a promotora Ariane Patrícia Gonçalves afirma que esse ato é considerado estupro de vulnerável. ” Nesses casos, nenhuma das vítimas tinham problemas de idade ou mental. A vulnerabilidade nesses casos são que essas mulheres estavam com problemas de saúde há muito tempo e viam em João de Deus uma última esperança de cura” – diz promotora.

A defesa de João de Deus reafirmou a inocência do médium por meio de nota, e disse ainda que não teve conhecimento da denúncia.