Goiás
Ministro da Defesa fará vistoria à Base Aérea de Anápolis antes da chegada de brasileiros da China

A Base Aérea de Anápolis, em Goiás, foi escolhida ainda na terça-feira (4), para receber os repatriados da China por causa do coronavírus.

06/02/2020 08h57

O ministro da defesa, Fernando Azevedo, irá visitar a Base Aérea de Anápolis, hoje (6) para vistoriar as instalações da Ala 2 que irá receber os brasileiros repatriados da China após a epidemia de coronavírus, para a quarentena.

Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB), decolaram nesta quarta-feira (5) às 12h20, da Base Aérea de Brasília (Ala 1), rumo a Wuhan, na China, para buscar as 34 pessoas (brasileiros e familiares). Os militares e médicos que foram à China nos aviões também passarão por quarentena quando retornarem. Eles são esperados em Anápolis nesse sábado (8).

A Base Aérea de Anápolis foi escolhida ainda na terça-feira (4), para receber os repatriados e possui dois hotéis de trânsito, com 66 alojamentos. Os repatriados devem ficar 18 dias em observação até que a contaminação com o coronavírus seja descartados. Eles ficarão isolados e terão tratamento gratuito e o direito de serem informados permanentemente sobre seu estado de saúde.

Aqueles que não tem sintomas ficaram numa área branca. Qualquer problema temos ainda condição de passar por uma área amarela, todos em apartamentos individuais e, caso necessário, passar para uma área vermelha, [que é a] evacuação aero médica para o hospital das forças armadas, em Brasília“, explicou Fernando Azevedo, ministro da Defesa.

Química Industrial, Tatuadora, Desenhista, Cristã Reformada e aspirante a Teóloga.