Goiás
Ministério Público recomenda barreiras sanitárias em Goiás

A ação tem o objetivo de evitar a disseminação da covid-19.

26/03/2020 10h57

Segundo à rádio CBN Goiânia, o Ministério Público Federal de Goiás (MPF-GO) e o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) recomendaram à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e à Superintendência de Vigilância em Saúde do Estado que façam, com urgência, barreiras sanitárias com controle de entrada em saída nos aeroportos, portos secos e terminais rodoviários.

As barreiras deverão ser organizadas nos locais de espera dos portões de embarque para evitar aglomeração de passageiros e limitar a lotação nos banheiros. A ação tem o objetivo de evitar a disseminação da covid-19.

O prazo estabelecido para adoção das medidas é de 60 dias, mas os órgãos acionados devem informar em 48 horas as providências que vão ser criadas.

Química Industrial, Tatuadora, Desenhista, Cristã Reformada e aspirante a Teóloga.