Rio de Janeiro
Menino de 5 anos baleado na cabeça aguarda vaga em UTI pediátrica

O estado de saúde de Arthur Gonçalves Monteiro é grave

28/01/2020 10h21

Mais uma criança vítima da violência no Rio. Arthur Gonçalves Monteiro, de 5 anos, acompanhava o pai em uma partida de futebol no Morro São João, quando policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) foram atacados por traficantes. Houve uma intensa troca de tiros. Uma bala atingiu a cabeça de Arthur.

O garoto passou por uma cirurgia no Hospital Salgado Filho, no Méier. Seu estado de saúde é grave e, segundo o G1, ele aguarda uma vaga na UTI pediátrica da unidade.

O tio de Arthur, João Paulo Monteiro Esperança, recorreu ao Plantão Judiciário e conseguiu um ofício. Ele declarou que “meu sobrinho precisa ser transferido o mais rápido possível”.

Arthur é a segunda criança vítima de bala perdida somente este ano no Rio de Janeiro. A Polícia Civil irá investigar de onde partiu o disparo.

Jornalista formado pela UniverCidade, pós-graduado em Sociologia, Política e Cultura pela PUC-Rio. Formado em cinema pela New York Film Academy. Um liberal de direita que luta desde sempre pelos ideais que acredita.