Corrupção » Justiça » Lava Jato » Rio de Janeiro
Megadoleiro Dario Messer vai para prisão domiciliar

A decisão foi do juiz Marcelo Bretas, e o motivo alegado foi o coronavírus

26/03/2020 16h57

Segundo o site O Antagonista, o juiz da Lava-Jato do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, determinou que o megadoleiro Dario Messer passe para a prisão domiciliar.

Messer estava cumprindo prisão preventiva, mas a substituição foi depois de uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Segundo alega a defesa no referido Habeas Corpus impetrado perante o STF, Dario tem 61 anos e é hipertenso; além disso, esteve internado em hospital no período de 18 a 20 de março, o que o coloca no grupo de risco para a infecção pelo Covid-19, bem como possível transmissor da doença, sendo necessária a sua transferência imediata para a sua residência”, escreve Bretas em sua decisão obtida pelo O Antagonista.

Porém, Bretas alerta que embora seja “plausível a substituição da prisão preventiva pela prisão domiciliar por uma questão humanitária e de saúde pública, não há mudança de entendimento desse Juízo quanto à necessidade da segregação cautelar do investigado”.

“Trata-se, portanto, de medida de caráter extraprocessual, de natureza humanitária, que pode ser revista tão logo cessem os motivos excepcionais e emergenciais”, conclui Bretas

Jornalista formado pela UniverCidade, pós-graduado em Sociologia, Política e Cultura pela PUC-Rio. Formado em cinema pela New York Film Academy. Um liberal de direita que luta desde sempre pelos ideais que acredita.