fbpx
Rio de Janeiro
Mais uma Fake News Contra Gabriel Monteiro

Vale ressaltar que o Movimento Brasil Livre não compactua com a violência e nenhum dos seus membros agridem outras pessoas.

25/10/2019 00h47

O jornal O Dia publicou na sua edição online que o Gabriel Monteiro, membro do MBL e policial militar, teria agredido uma estudante na Universidade Federal Fluminense (UFF). Além disso, o veículo esqueceu de uma regra primordial do bom jornalismo: ouvir o outro lado.
Vamos então aos fatos. Gabriel Monteiro estava tirando fotos com uma família em frente ao Diretório Central dos Estudantes (DCE). Até que a aluna Juliana Alves afrontou Gabriel Monteiro, pegou o celular do assessor de Gabriel, Rick Dantas e jogou o aparelho no chão. Como se não bastasse, Juliana ainda agrediu verbalmente o membro do MBL, colocando o dedo na cara e xingando. Gabriel, como de praxe, não reagiu verbalmente, mas como qualquer um nesta situação, deu voz de prisão à estudante de arquitetura. A agressão fica ainda mais injustificável pelo prédio do DCE estar fechado. Uma agressão torpe, sem motivo. Várias testemunhas viram o ocorrido, mas nenhuma delas foi ouvida pelo O Dia. Vejam no vídeo abaixo:

https://www.facebook.com/gabrielmonteirombl/videos/1424563681054074/
Além disso, vejam os prints dos estudantes da Universidade Federal Fluminense incitando a violência contra o Gabriel Monteiro:

https://www.facebook.com/gabrielmonteirombl/photos/a.511510442685174/732226023946947/?type=3&theater
Vale ressaltar que o Movimento Brasil Livre não compactua com a violência e nenhum dos seus membros agride outras pessoas.

Créditos: Rodrigo Charme

Coordenador estadual do MBL no Rio de Janeiro, Estudante de Gestão Pública e defensor da Vida, liberdade e propriedade.