Educação
Jovens do DF terão oportunidade de participar de aulas gratuitas de robótica

Serão construídos laboratórios de tecnologia em áreas de baixa renda

23/01/2020 14h34 - Por Jonas Fernandes

A união entre as Secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) e a de Justiça e Cidadania (SEJUS) com o Instituto Campus Party será útil para os jovens brasilienses. As regiões administrativas de baixa renda serão contempladas com laboratórios de robótica e tecnologia.

Os laboratórios, a princípio localizados nas regiões de Sol Nascente/Pôr do Sol, Estrutural, Samambaia, Brazlândia, Paranoá e Itapoã, fornecerão aulas gratuitas para turmas de 30 alunos, de 10 a 18 anos, nos turnos matutino e vespertino com o auxílio de monitores e orientadores, explorando desde o manuseio de softwares e impressoras 3D até a construção de drones e robôs.

As unidades estarão inseridas nos Centros de Juventude (administrados pela SEJUS), pertencentes às Administrações regionais. As aulas serão responsabilidade de Organizações de Sociedade Civil (OSC) escolhidas através de critérios legais pela SECTI.

Além das secretarias e do Instituto Campus Party (que disponibilizou o material físico e didático, além de selecionar e treinar os profissionais atuantes nos laboratórios), participaram do projeto os distritais Júlia Lucy (NOVO), Eduardo Pedrosa (PTC), Leandro Grass (REDE) e o ex-deputado Joe Valle (PDT), contribuindo com ideias e emendas parlamentares.

O critério a ser utilizado para seleção dos estudantes é o mesmo do Cadastro Único, com as vagas sendo destinadas a alunos de baixa renda, dividida em 50% entre os sexos, além da análise da frequência escolar dos estudantes.


Fonte: Agência Brasília.