Goiás
Jovair Arantes é alvo de operação da PF que apura desvios no Ministério do Trabalho

O ex-deputado e ex-presidente do PTB goiano Jovair Arantes é investigado pela Operação Gaveteiro.

06/02/2020 12h12

A Polícia Federal de Goiás deflagrou na manhã desta quinta-feira (6) a Operação Gaveteiro, que apura desvios de mais de R$ 50 milhões, entre 2016 e 2018, do extinto Ministério do Trabalho, que segundo a investigação houve um contrato firmado entre o órgão e uma empresa de tecnologia da informação para gestão de sistemas de detecção de fraudes na concessão de seguro desemprego em Brasília e em mais cinco estados. O contrato foi apenas um subterfúgio do ministério para desviar dinheiro.

Entre os alvos de buscas estão o ex-deputado e ex-presidente do PTB goiano Jovair Arantes, o ex-assessor da casa Civil Paulo Tatin e o ex-deputado e ex-ministro do Trabalho do governo Temer e atual presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) Ronaldo Nogueira. No total, os Policiais cumprem dois mandados de prisão Preventiva e 41 mandados de busca e apreensão em Goiás, distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte Rio Grande do Sul.

Os envolvidos podem responder pelos crimes de peculato, organização criminosa, fraude à licitação, falsificação de documento particular, corrupção ativa e passiva, cujas penas, somadas, podem chegar a mais de 40 anos de prisão

Informações são do Jornal O Popular.

Química Industrial, Tatuadora, Desenhista, Cristã Reformada e aspirante a Teóloga.