São Paulo
Graças a Ítalo Moreira indústria das multas injustas pode acabar em Sorocaba

O Ministério Público Estadual abriu um inquérito contra a indústria das multas, com base nas denúncias de Ítalo.

10/03/2020 18h30 - Por João Braga

Porta-voz do MBL Sorocaba, Ítalo Moreira

Várias multas absurdas estão sendo aplicadas na cidade de Sorocaba, como um motociclista que recebeu uma punição por não utilizar o cinto de segurança, o mesmo apelou a decisão que de forma absurda foi mantida. Percebendo que a população estava sendo achacada pela própria URBES (órgão que deveria manter a segurança no trânsito), Ítalo Moreira líder comunitário e porta-voz do MBL Sorocaba resolveu denunciar a situação para o Ministério Público, ação que foi relatada aqui no próprio MBL News.

Para se ter ideia somente em janeiro a Urbes registrou 15.668 multas, um número surreal, está previsto que sejam arrecadados cerce de R$ 3.797.018,24. Não é difícil de se imaginar que uma parte considerável dessas 15 mil multas sejam indevidas e sem nexo algum. Atônito com o cenário Ítalo coletou vários casos no mínimo ilógicos e malucos, e junto com o Dr. Lucas Gandolfe, resolveu montar uma representação denunciando os casos.

Alguns meses após a representação no MP, a ação já começa a ter resultados, tendo em vista que o Ministério Público Estadual aceitou a denuncia e abriu um inquérito, agora a investigação começará a aquecer os motores, assim toda a situação poderá ser resolvida.

Fonte: www.jornalcruzeiro.com.br