Sem Categoria
GDF tornará Túnel de Taguatinga realidade

A obra é promessa em Brasília há 10 anos e custará mais de R$ 200 milhões

14/01/2020 09h54 - Por Jonas Fernandes

A promessa de dez anos saiu do papel. O governador Ibaneis Rocha (MDB) assinou a ordem de serviço que autoriza a construção do Túnel de Taguatinga e do boulevard (rua ou avenida arborizada que se destaca por ser muito ampla), com o objetivo de transferir o trânsito para Ceilândia, Samambaia e Sol Nascente, desafogar o trânsito e modernizar o Centro.

Segundo o secretário de obras, Luciano Carvalho, o projeto foi retardado por ser refém de “decisões judiciais” e declarou que a atual gestão de Ibaneis “aceitou os desafios” e “resolveu problemas jurídicos” para realizar a “obra mais simbólica” da gestão.

Na prática, serão construídos dois túneis cujo objetivo será oferecer uma alternativa para quem vai à Ceilândia pela via Elmo Serejo (ou via Estádio, como é conhecida), evitando a retenção de veículos nos semáforos e facilitando o trânsito.

O investimento será de R$ 275 milhões (originário de parceria entre GDF e Caixa Econômica Federal) e tem previsão de 2 anos (24 meses), a responsabilidade da construção é do consórcio Novo Túnel. O trecho interditado equivale a 1,3 quilômetros numa região extremamente movimentada.

Para enfrentar o desafio, o Departamento de Trânsito (DETRAN), o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) e a Secretaria de Mobilidade (SEMOB) estão se reunindo para formular uma estratégia que gere o menor impacto possível no trânsito da região.

Confira os números da obra:

  • Valor da obra: R$ 275,7 milhões (R$ 275.744.558,87)
  • Início: 14/1/2019
  • Término: 14/6/2021
  • Extensão do túnel: 1.010 metros, dos quais 180 metros no trecho de emboque e 830 metros cobertos
  • Volume de concreto: 90.000 metros cúbicos
  • Quantidade de aço: 8.000.000 quilos
  • Contenções em parede diafragma: 65.000 metros quadrados
  • Escavação subterrânea: 160.000 metros cúbicos


Fonte: Agência Brasília.