Educação
Educação: o que temos para este ano?

Previsão do GDF é levar escolas e creches a mais de 1.800 alunos

24/01/2020 16h30 - Por Marcos Johnny

Com a aproximação do ano letivo surgem as cobranças por mais qualidade na educação do Distrito Federal. Seguindo nessa linha, o Governo do Distrito Federal (GDF) informou a previsão para inaugurar cinco creches e uma escola que vão começar as atividades em fevereiro. Essas escolas atenderão as regiões de Ceilândia, Samambaia, São Sebastião, Lago Norte e Sol Nascente. A estimativa é que 1.800 crianças sejam atendidas de imediato.

Com a inauguração, os estudantes da pré-escola e dos anos iniciais do ensino fundamental terão mais disponibilidade de vagas. No Sol Nascente, por exemplo, a Escola Classe Juscelino Kubitschek vai abrigar cerca de 960 estudantes em um prédio com quadra coberta e sala de música.

A área técnica também receberá investimentos. De acordo com a Secretaria de Educação, será aberta a Escola Técnica de Brazlândia no primeiro semestre deste ano e a reabertura de cinco unidades que estão fechadas.


A
relação das instituições que receberão investimentos

Buscando mais disponibilidades de vagas nas instituições de ensino, o governo pretende anunciar as seguintes inaugurações:

  • Centro de Educação da Primeira Infância (CEPI) Parque dos Ipês, em São Sebastião;
  • Também estão previstas as aberturas dos CEPIs Papagaio, em Ceilândia; Cajuzinho, no Lago Norte; e Periquito e Bem-te-Vi, ambos em Samambaia;
  • Na região do Sol Nascente, a Escola Classe Juscelino Kubitschek deve ser inaugurada em 13 de fevereiro;
  • O CEF 01 da Vila Planalto está em fase final de reconstrução e deve ser reinaugurado em abril;
  • A EC 59 e o CEM 10, ambos em Ceilândia, e o Caic Castello Branco, no Gama, estão com os editais em análise para abertura das licitações;
  • A EC 52, de Taguatinga, terá continuidade no processo licitatório, autorizado em janeiro.


De acordo com a Secretaria de Educação, em relação aos novos investimentos na educação, serão 870 novas vagas nas creches inauguradas, além de outras 5 mil vagas que serão proporcionadas pelo “Cartão Creche”. Outras cinco creches devem ser inauguradas no segundo semestre.


Fonte: Correio Brasiliense.