Pará
Deputado federal Beto Faro (PT) votou a favor do aumento do fundo eleitoral

Proposta é aumentar o fundo de R$ 2 bilhões para R$ 3,8 bilhões de reais

11/12/2019 01h26 - Por Darlen Freitas

No dia 4 de dezembro, a Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional aprovou por 23 a 5 o aumento do fundo eleitoral de 2 bilhões para 3,8 bilhões, decisão ainda vai a plenário do Congresso para ser aprovada ou não. Um dos parlamentares que foi favorável a esse absurdo foi o deputado federal do Pará Beto Faro (PT).

Deputado federal do Pará Beto Faro (PT).

Com isso o deputado federal mostra que não está a favor da população, em um país que está se recuperando de uma crise econômica, possui taxas de desemprego ainda altas chegando a 11,5%, tem metade da população brasileira sem tratamento de esgoto, está entre os 10 últimos países no ranking mundial de educação, caiu em uma posição no Índice de Desenvolvimento Humano ficando em 79º de 189º países, a prioridade é mesmo o aumento do fundo eleitoral? De onde será retirado esse dinheiro para o aumento de investimentos em campanhas eleitorais?

De acordo com o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta, será tirado R$ 500 milhões de reais da saúde para o aumento do fundão e o restante, conforme os congressistas, virá da educação e da infraestrutura.

A mensagem que o político paraense passa é que gastar dinheiro com campanha política tem prioridade maior que investir em saúde, educação, saneamento básico, transporte escolar, infraestrutura.

Beto Faro já foi alvo de inquérito pelo STF por tráfico de influência, no caso que ficou conhecido como operação Faroeste, que em 2004 o prendeu em Manaus, quando era superintendente do Incra em Belém.