São Paulo - Cidade
Deputado do PSL tem denúncia de “rachadinha” arquivada

O TJ-SP alegou falta de provas para prosseguir com o processo

12/03/2020 15h21 - Por Antonio Glenio

O deputado estadual Coronel Nishikawa, do Partido Social Liberal (PSL), foi denunciado anonimamente por realizar a prática de “rachadinha” em seu gabinete. Ele era investigado desde maio de 2019. A “rachadinha” consiste quando o parlamentar se apropria de partes dos salários, ou até de todo o salário, de seus funcionários de gabinete, de modo que os que a praticam costumam ter muitos funcionários em seus gabinetes.

Porém, na última quarta-feira (11), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu arquivar a acusação contra o deputado alegando falta de provas para dar prosseguimento.

A acusação contra Nishikawa não é isolada no PSL. O deputado estadual Gil Diniz, o “Carteiro reaça”, também foi acusado de realizar a “rachadinha” em seu gabinete. O acusador é um ex-assessor do deputado, e a denúncia prossegue na justiça paulista.