Denúncia » Educação » São Paulo - Cidade
DENÚNCIA: UMES distribui material antigoverno em escola

O caso aconteceu na segunda-feira (10); não obtivemos respostas do responsável pela distribuição

17/02/2020 19h30 - Por MBL São Paulo

O MBL São Paulo recebeu uma denúncia no dia 12, quarta-feira. Nela, um estudante do Ensino Médio relatou uma entrega de revistas por parte da UMES (União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo) que, segundo a entidade, se tratava de, apenas, informações sobre a carteirinha escolar. A entrega foi feita dia 10, segunda-feira.

O estudante da Escola Estadual Professor Astrogildo Arruda, onde as revistas foram entregues, disse que um dos supervisores da escola autorizou a entrega deste material, pois foi dito que eram apenas informações sobre o documento do estudante (carteirinha). O responsável pela entrega foi Jeferson, diretor de esportes da UMES, que entregou para uma estudante distribuir dentro da escola. A equipe de redação do MBL São Paulo entrou em contato com Jeferson, mas não obtivemos resposta ou declaração.

No entanto, a revista continha, em sua enorme maioria, informações e textos totalmente parciais, com inúmeros ataques ao governo Bolsonaro e ao ministro da Educação Abraham Weintraub, como esperado. Além disso, continha informações falsas e distorcidas sobre a taxa de desemprego e a Reforma da Previdência. Não faltaram ataques aos “mais ilustres personagens da imbecilidade”, como a ministra Damares Alves, Paulo Guedes, com suas reformas e privatizações, [segundo a revista].

Por fim, a revista convoca todos os estudantes secundaristas, sem distinção de ideologias (conforme a UMES), para “juntar todas as forças progressistas deste país contra os retrocessos do governo Bolsonaro”.

O estudante procurou responsáveis da escola para reclamar do ocorrido, mas o diretor estava de férias. Então, reportou a um inspetor, que iria encaminhar o ocorrido. Nossa fonte disse que ainda não houve respostas da direção.

Seguem imagens da revista distribuída na escola: