fbpx
Anápolis » Goiás
Comissão de Indústria e Frente Parlamentar debatem Parque Tecnológico em Anápolis-GO

O objetivo da reunião foi alertar para a importância da união de forças em benefício do Parque Tecnológico e, consequentemente, do desenvolvimento de Anápolis e do estado de Goiás.

21/10/2019 21h28

A Frente Parlamentar em Defesa do Parque Tecnológico, criada em junho deste ano pela Câmara de Anápolis, realizou uma reunião da Comissão de Agricultura, Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico na manhã desta segunda-feira (21) na Câmara de Anápolis, com o objetivo de traçar metas para concretizar o projeto.

Para Anastacios Apostolos Dagios, membro do Comitê da Indústria de Defesa e Segurança de Goiás (Comdefesa), a reunião foi importante para conclamar o setor público a uma participação mais efetiva no projeto do Parque Tecnológico.

O objetivo da reunião foi alertar para a importância da união de forças em benefício do Parque Tecnológico e, consequentemente, do desenvolvimento de Anápolis e do estado de Goiás, revelou o vereador Teles Júnior (PMN) e então presidente da Frente . Ficou definido que seja promovida audiência pública no início do mês de novembro, para tratar das questões ligadas ao Parque Tecnológico de Anápolis.

São convocados para este debate representantes do Governo do Estado, Prefeitura de Anápolis, comunidade acadêmica, Acia, Comdefesa, Fieg, entre outros. É possível até que compareça representante do Ministério da Defesa.

O presidente da Câmara, vereador Leandro Ribeiro (PTB), sugeriu que a audiência seja realizada no dia 6 de novembro.

Histórico

A Frente Parlamentar em Defesa do Parque Tecnológico foi criada no dia 3 de junho de 2019, a partir de um requerimento apresentado pelo presidente da Câmara, Leandro Ribeiro (PTB). Suas principais finalidades são: Fomentar e viabilizar a implementação do Parque Tecnológico no município de Anápolis; Com a implantação do Parque, viabilizar agenda estratégica de desenvolvimento local e regional; Agregar conhecimento, criatividade e inovação tecnológica; Diagnosticar e fazer apontamentos ao setor ligado à Fármaco, Biotecnologia, Tecnologia da Informação e Alimentação da região; Auxiliar na solução de entraves e gargalos da base tecnológica interna e externa; Trabalhar para concretizar a Plataforma Logística Multimodal, a participação do Porto Seco Centro-Oeste e o futuro do Aeroporto da Cargas que se encontra com entraves; Verificar os projetos em execução que se encontram parados; Mobilizar setores econômicos com o incremento de parcerias entre os setores público e privado; Impulsionar a perspectiva de industrialização bélica e o Parque Tecnológico das indústrias de defesa e segurança pública do Estado de Goiás.

A Frente Parlamentar em Defesa do Parque Tecnológico é constituída pelos vereadores: Teles Júnior/PMN (presidente), Domingos Paula/PV (vice-presidente), Wederson Lopes/PSC (secretário), Paulo de Lima/PDT (membro), Fernando Paiva/PODEMOS (membro), João da Luz/PHS (membro), Pedro Mariano/PATRIOTA (membro), Mauro Severiano/PSDB (membro), Luzimar Silva/PMN (membro), Elinner Rosa/MDB (membro) e Pastor Elias Ferreira/PSDB (membro).

Contem informações da Câmara Municipal de Anápolis

Química Industrial, Tatuadora, Desenhista, Cristã Reformada e aspirante a Teóloga.