Rio Grande do Sul
Câmara de POA tentará votar Pacote do Transporte Público novamente

Após duas sessões encerradas por ausência de quórum, vereadores podem retomar o assunto esta segunda.

02/02/2020 23h52 - Por Camila Greff

O Pacote de propostas apresentado pela Prefeitura de Porto Alegre/RS para reestruturar o transporte público na capital gaúcha está sofrendo resistência tanto da população e das categorias afetadas quanto dos próprios vereadores. Após duas sessões extraordinárias encerradas por ausência de quórum, os vereadores se reunirão nesta segunda-feira (03), no retorno do recesso parlamentar, e mais uma tentativa de discutir as propostas pode ser feita.

Na quinta-feira (30), teve início a primeira sessão extraordinária convocada pelo presidente da Câmara dos Vereadores de POA, Reginaldo Pujol, a pedido do prefeito Nelson Marchezan Jr. Conforme noticiado aqui, após inúmeras tentativas, o presidente da Casa teve que dar a sessão por encerrada. O mesmo ocorreu no dia seguinte (31). Em ambas as ocasiões, houve protestos dos rodoviários, dos cobradores de ônibus e dos motoristas de aplicativo.

O conjunto de propostas apresentado pelo prefeito de Porto Alegre não teve a devida discussão. À exceção da proposta sobre os cobradores de ônibus, que já havia sido apresentada ano passado, as demais são novidades – bastante negativas por sinal. Por essa razão, deveriam ser debatidas com os vereadores e a sociedade porto-alegrense, e não serem apresentadas às pressas, durante o recesso parlamentar e as férias de verão.

O Movimento Brasil Livre continuará acompanhando a tramitação do Pacote de propostas para o transporte público, agora que a Câmara dos Vereadores retorna ao seu ritmo normal, defendendo os pontos positivos e criticando pontos negativos, nos termos da nota previamente emitida.