São Paulo
Bruno Covas mirando eleitorado evangélico em São Paulo

Resolução cria meio ágil para a isenção de IPTU para templos religiosos

20/01/2020 15h20 - Por Rodrigo Vieira

Foto: UOL/ Bruno Covas

A campanha eleitoral para a prefeitura de São Paulo ainda não começou oficialmente, mas o nosso atual prefeito Bruno Covas (PSDB) já está correndo atrás do seu “lugar ao sol”.

Na última semana, Covas baixou uma resolução que cria uma via mais rápida para a isenção de IPTU para templos religiosos. Com essa nova resolução, pedidos que levariam anos podem ter uma solução ainda este ano. No dia 1º de fevereiro a medida já entrará em vigor.

O projeto foi idealizado por Eduardo Tuma (PSDB), presidente da Câmara Municipal de São Paulo e frequentador da igreja Bola de Neve. A novidade na resolução é que o benefício atenderia os templos que estão em imóveis alugados, que em sua maioria, são evangélicos. Igrejas que tem imóveis próprios já gozam do benefício há algum tempo.

A mudança torna a aprovação dos pedidos automática, bastando apenas que os documentos estejam adequados as regras da resolução. A gestão Covas nega que a medida seja eleitoreira, pois, segundo ele, ela já estava sendo desenvolvida há meses.

Revisores: Felipe Donadi e Cynthia Capucho.

Fonte: Folha de São Paulo.