Interesse Público » Santa Catarina
Biblioteca Pública de Santa Catarina tem sérios problemas na Infraestrutura

Os problemas vão desde falta de climatização até livros postos no chão

29/01/2020 11h44 - Por Alisson Kons

Uma das mais antigas instituições culturais de Santa Catarina, a Biblioteca Pública do estado de Santa Catarina, situada na capital, vem sofrendo muitas denúncias nas redes sociais acerca de problemas como:
• a falta de climatização no setor de Obras Raras;
• a interrupção da digitalização de jornais antigos; e
• a deposição de livros no chão, por falta de espaço para guarda dentro dos padrões técnicos da biblioteconomia.

Atualmente, o local possui quatro aparelhos de ar-condicionado, porém todos estão desligados desde maio do ano passado. Com isso, o ambiente que se encontra todo o acervo do setor de jornais catarinenses está sem climatização e desumidificação, expondo as coleções a temperaturas superiores ao padrão, que é entre 21 e 23ºC.

A Biblioteca Pública está vinculada à Fundação Catarinense de Cultura (FCC), que informou que ações de manutenção foram iniciadas em 2019 e continuam em andamento, tais como:
• revisão do sistema preventivo contra incêndios;
• limpeza e manutenção das drenagens da cobertura da edificação;
• colocação de extintores e 600 lâmpadas novas em todos os andares da biblioteca, entre outras ações.

Localizada na Rua Tenente Silveira, no centro de Florianópolis, a Biblioteca foi fundada em 1854 e inaugurada em 1855. O edifício conta com um acervo respeitável de obras de literatura catarinense e brasileira, bem como coleções de periódicos (dos sécs. XIX e XX) que são utilizados em pesquisas de historiadores e estudantes. Além disso, conta com área para exposições, auditório e promove eventos como oficinas, visitas guiadas e projetos de extensão comunitária.

Fontes: ND Mais e Governo SC.